Vigilantes: a nossa união cravou nossa vitória

Nesta segunda e terça, nós tivemos mais uma paralisação dos vigilantes que prestam serviço na Secretaria de Saúde. Desta vez, a paralisação atingiu as empresas Confederal, Brasília Segurança e Ipanema.

Durante estes últimos dois dias, acompanhei de perto todas as fases desta paralisação, realizando visitas sistemáticas a cada hospital da rede pública do DF e podendo testemunhar a garra de cada um dos companheiros – homens e mulheres – para conseguirem o seu direito sagrado ao pagamento pelo trabalho desempenhado.

Hoje, eu mantive conversas com o Governador Rodrigo Rollemberg; com o secretário de Saúde do DF, Humberto Fonseca; e com o secretário-adjunto de Fazenda, Wilson José de Paula e conseguimos com que fossem liberados os recursos necessários para o pagamento dos salários dos vigilantes.

Tivemos acesso à planilha dos valores depositados pelo GDF efetuados nas contas das empresas nesta tarde. Recursos, estes, da ordem de mais de R$ 14 milhões e ouvimos a garantia de que, até a quinta-feira, o Governo depositará mais R$ 4 milhões.

Na medida em que o dinheiro cair nas contas dos vigilantes, o trabalho será retomado.

Quero aqui parabenizar os companheiros – homens e mulheres – que lutaram bravamente pelo direito basilar ao pagamento pelo trabalho prestado. Vamos lutar para que não haja mais atrasos por parte do GDF e das empresas. No entanto, se houver mais atrasos no futuro, os vigilantes irão parar, novamente.

Esse é o caminho: a unidade. Todos juntos com o Sindicato dos Vigilantes do DF.

Gostaria de parabenizar a todos os diretores do Sindicato, sob a gestão do companheiro Paulo Quadros, vice-presidente, que se deslocaram para cada uma das frentes de serviço. Eu pude testemunhar a garra e determinação de cada um dos nossos companheiros.

Nestes dois dias de luta, o Sindicato proporcionou as condições necessárias aos vigilantes para que a greve obtivesse êxito. Está de parabéns o Sindicato dos Vigilantes do Distrito Federal pela demonstração de garra e luta.

Por último, gostaria de dizer que nossa luta travada nos últimos dias será um exemplo para as categorias no Brasil a fora e que me orgulha profundamente pertencer à nossa categoria de vigilantes.

Deputado CHICO VIGILANTE, PT-DF