Transposição do Rio São Francisco já é realidade

A primeira etapa das obras da transposição do Rio São Francisco já tem data para entrar em funcionamento. A presidenta Dilma Rousseff, inaugurou nesta sexta-feira (21), o primeiro trecho do projeto, com nove quilômetros de canal e o primeiro reservatório do sistema, a barragem de Tucutu, que fica na cidade de Cabrobó (PE).

A obra, que se aproximam de 80% de conclusão, é considerada uma das mais importantes para o semiárido nordestino, pois vai levar água para muitos municípios castigados pela seca.

Nordestino, o deputado Chico Vigilante, líder da bancada do PT, sabe bem a dura realidade destas milhares de pessoas que não têm acesso à água. Para isso, ele fez questão de destacar, durante a sessão ordinária da tarde desta terça-feira (18), a inauguração do primeiro trecho da obra pela presidenta Dilma.

Durante a sua fala, Chico lembrou a história dos seus avôs, que fugiram da seca no início do século XX.  Segundo ele, a transposição do Rio era um sonho do imperador Dom Pedro I e depois de Dom Pedro II. Ele também se lembrou das polêmicas que envolveram as obras de transposição, quando “até mesmo um Bispo da Igreja Católica não queria a construção dessa obra tão importante”.

“Quero parabenizar ao presidente Lula e a Presidenta Dilma por essa obra, que sem dúvida, é uma das mais fantásticas deste governo. Talvez a grande mídia não vai dar uma linha sobre essa inauguração, mas o povo nordestino sabe a importância que essa obra tem para o nordeste brasileiro”, enalteceu Chico.

Confira o vídeo do primeiro teste:

Essa primeira etapa atende parte dos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.

O funcionamento da casa de bombeamento, na Estação 1, antecede a inauguração do trecho do projeto de transposição que levará a água bombeada até o primeiro reservatório do eixo Norte, a barragem de Tucutu, num percurso de nove quilômetros de canal.

Legado – As obras de transposição foram aprovadas e iniciadas no primeiro mandato do ex-presidente Luiz Inácio da Silva (2003-2010).

O último balanço do Ministério da Integração Nacional sobre a obra, elaborado em maio, indicou que cerca de 76% do projeto estavam prontos. A entrega do conjunto completo está prevista para 2017.

A obra integra a agenda positiva do país, eleita pelo governo como instrumento da retomada do crescimento econômico, conforme declaração do ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Edinho Silva, na segunda-feira (17).

Fonte: Veronica Soares/ Assessoria, com informações da Agência PT de notícias

Foto: Ministério da Integração Nacional