O Globo denuncia nepotismo no governo Rollemberg

O GDF troca secretário como quem troca de roupa, diz que não tem dinheiro para a saúde, quando na verdade o problema é de gestão.   Como se não bastasse, mais uma vez, o governo distrital ganhou as páginas do notícia nacional. O jornal “O Globo” publicou, nesta terça-feira (29), uma matéria em que mostra que a atual gestão do DF também é adepta ao nepotismo.

De acordo com a reportagem, existem 75 casos de parentes empregados na esfera distrital. A matéria aponta ainda, que este número pode ser bem maior, dado o levantamento feito pela Controladoria-Geral do DF, onde pelo menos 377 servidores foram identificados como parentes de outros servidores comissionados.

Neste caso, o levantamento está levando em consideração apenas a relação entre pais, irmãos e cônjuges. A prática  fere a súmula vinculante número 13, do Supremo Tribunal Federal (STF), que veta nos cargos comissionados de governo a presença de parentes de até terceiro grau e companheiros.

De acordo com a reportagem, os órgãos com maior incidência da prática nepotista estão na PM (19 casos), Casa Civil (18), Secretaria do Trabalho (13), Vice-Governadoria (13) e na Secretaria de Economia (13). Outro importante dado apresentado pela Controladoria do DF, é que dos 269 servidores investigados, 19 trabalham no mesmo órgão que o parente.

No total, 72 órgãos foram verificados pela Controladoria. Ao comentar a reportagem, o deputado Chico Vigilante afirmou que é preciso aprofundar esse levantamento. “Isso é lastimável. Rollemberg permite que o GDF se transforme em um território paternalista”, criticou.

“É preciso que a controladoria respeite a súmula 13 do STF e investigue também os parentes de terceiro grau, pois daí vai sair mais casos”, complementa, o parlamentar.

Por Marcos Paulo Lima, com informações do jornal O Globo

Assuntos Relacionados