“Ministro Moraes aceitou compartilhar dados com a CPI”, disse Chico Vigilante

Os deputados distritais que integram a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura os atos antidemocráticos realizados em Brasília no dia 12 de dezembro e 8 de janeiro receberam autorização, esta manhã (29), do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), para o compartilhamento das informações referentes ao inquérito que investiga esses atos no âmbito da Corte com a CPI – com exceção dos que tenham caráter estritamente sigiloso. O presidente da comissão, deputado Chico Vigilante (PT) e os demais parlamentares integrantes do colegiado se reuniram durante esta manhã (29) com Moraes, para falar sobre o andamento das apurações.

A reunião, na prática, atendeu a pedido feito por Chico Vigilante na última semana e foi considerada bastante produtiva pelo parlamentar. “O ministro foi muito solícito conosco. Conversamos com ele sobre a necessidade que temos de compartilhamento de alguns dados e da importância do trabalho que está sendo realizado pela CPI. Ele designou um juiz auxiliar para entrar em contato com o procurador da Câmara Legislativa do DF (CLDF) para que seja feito o devido compartilhamento, salvas algumas exceções de informações que estão sob extremo sigilo”, ressaltou o presidente da comissão.

Elogios – Chico Vigilante também ressaltou que o ministro deu a entender que há várias informações apuradas e que, nos próximos dias, muita coisa ainda acontecerá em relação a operações referentes a tais apurações. O distrital aproveitou, durante o encontro com o ministro, para destacar a coragem que Moraes tem tido. “O ministro merece nossos elogios por ter agido de imediato quando tudo aconteceu. Se não tivesse existido uma atuação célere por parte do Judiciário, facilmente isso teria reincidido”, destacou o deputado.

Alexandre de Moraes é o relator, no âmbito do STF, do processo que apura os atos antidemocráticos observados no DF, motivo pelo qual foi procurado pelos deputados da CPI. O magistrado também é o atual presidente do Superior Tribunal Eleitoral (TSE). Amanhã, a partir das 10h, a comissão realiza nova reunião. Será realizada a oitiva do Oitiva do Tenente-Coronel da Polícia Militar do Distrito Federal, Jorge Henrique da Silva Pinto e também apreciados sete requerimentos.

Acompanhe as redes do mandato mais atuante do DF:
facebook.com/chicovigilanteoficial
Instagram.com/chicovigilanteoficial
Twitter.com/Chico_vigilante