Governo precisa mudar estatuto da ANP para fixar preços de combustíveis, pede deputado

O deputado distrital Chico Vigilante (PT) propôs, hoje (28), que o Governo Federal altere o estatuto da Agência Nacional do Petróleo (ANP) para que o órgão regulador possa fixar o preço máximo da tarifa e, assim, ajudar a inibir as medidas irregulares dos postos de abastecimento de majorarem os preços de combustíveis da forma e no tempo em que querem. O parlamentar tocou no assunto durante sessão da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) depois de ter denunciado novo aumento irregular praticado pelo cartel de combustíveis que atua no Distrito Federal.

“Durante todo o período do carnaval, a gasolina estava sendo vendida a R$ 4,59 o litro. De uma hora para outra, estes exploradores, ladrões do dinheiro público, aumentaram para R$ 5, 29 o valor do litro da gasolina, sem repassar um centavo para a Petrobras. A estratégia deles é sempre essa. Antes da Petrobras aumentar os preços, eles já aumentam, conforme fizeram poucos dias atrás. Sendo que não houve aumento oficial algum antes do carnaval para justificar que fizessem qualquer tio de reajuste”, relatou.

Vigilante também contou que encaminhou uma representação ao ministro de Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, pedindo que ele determine à Polícia Federal e ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para que investiguem essas empresas. “São formadas por um grupo de exploradores que só prejudicam e trazem problemas para nossa população”, ressaltou.

 

Acompanhe as redes do mandato mais atuante do DF:

facebook.com/chicovigilanteoficial

Instagram.com/chicovigilanteoficial

Twitter.com/Chico_vigilante