GDF não paga e milhares de crianças ficam sem creche

Sem repasse de recursos do Governo, diversas creches públicas conveniadas da cidade paralisaram as atividades nesta segunda-feira (7) e milhares de crianças de 0 a 6 anos ficaram sem atividades. Os funcionários das entidades sociais realizaram protestos pela falta do pagamento do GDF.

Na última sexta-feira (4), as creches tinham cartazes afixados com o aviso da paralisação, sem previsão de retorno das atividades.

No comunicado, os diretores das creches alegam falta do repasse da verba do Governo para efetuar o pagamento de funcionários e fornecedores necessários para o funcionamento das instituições.

O deputado Chico Vigilante (PT) informa ter sido procurado por um grupo de mães queixando-se da incerteza de não terem com quem deixar os filhos para poderem trabalhar. O parlamentar credita a culpa pela paralisação ao GDF e informa que vai procurar o governador.

“Irresponsabilidade do Governo do Distrito Federal que não repassou os recursos. Eu vou encaminhar essa demanda ao governador Rodrigo Rollemberg e espero que ele resolva esse drama o mais rapidamente possível porque é uma situação gravíssima que essas mães estão vivendo”, afirma o parlamentar.

Em setembro, o deputado realizou uma Comissão Geral para debater a situação de dificuldade enfrentada pelas entidades filantrópicas que dirigem as creches públicas do Distrito Federal. À época, as entidades também demonstravam a disposição de paralisar os serviços.