GDF aterroriza com ameaça de demitir servidores concursados

O deputado Chico Vigilante, líder do Partido dos Trabalhadores na Câmara Legislativa, criticou hoje no plenário a informação dada pelo GDF que poderia demitir servidor público devido à suposta crise financeira.

“O governo do Distrito Federal joga com a desinformação e com o terrorismo quando ameaça demitir servidor público concursado”, criticou. Chico Vigilante também aproveitou para explicar em qual extremo seria possível ao governo demitir servidores concursados. O deputado ponderou que, para chegar a esse ponto, primeiro os gastos do governo teriam que ultrapassar 49% da arrecadação com salário de pessoal. E, na atual conjuntura, este percentual está na casa de 46%. Em seguida, se forem ultrapassados os 49%, o governo deve exonerar, em primeiro lugar, os ocupantes de cargos comissionados. Só após a exoneração de comissionados, e em caso de não retornar para a meta prudencial, é que seria possível pensar em demissão de servidores públicos estáveis. Ainda assim, esta demissão em massa não poderia afetar áreas estratégicas, tais como saúde, educação e segurança.

 

“Logo, ele (O GDF) joga com a desinformação para aterrorizar a população do Distrito Federal. Na verdade, o ponto de fuga dessa história é mais uma vez mandar de volta a carga tributária”, analisou Chico. “Portanto, é o governo que pode ser taxado de Rolemtaxa porque só fala em aumentar taxas”, concluiu.

Por Augusto Henriques