Escola de Santa Maria oferece alimentos enlatados para as crianças

Segundo o portal Radar de Santa Maria, a escola de tempo integral, Classe 215, está oferecendo alimentos enlatados para as crianças. As mães dos alunos denunciam que a alimentação oferecida vai contra a resolução do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que diz que a secretaria de educação precisa garantir 70% das necessidades nutricionais dos alunos matriculados em escolas de tempo integral.

Para as mães, a comida servida a cerca de duas semanas, não atende as necessidades nutricionais dos alunos, como determina o FNDE. As mães também procuraram a Coordenação Regional de Ensino de Santa Maria. Elas ouviram da coordenação, que não existe dinheiro para adquirir os alimentos necessários.

Após a denúncia, a CRE orientou a escola a informar aos pais e mães que a comida enlatada servida é nutritiva. Nos 3 últimos dias de aula antes do recesso, crianças passaram mal com a “nutrição enlatada”.

Para piorar, os pais e mães que precisam trabalhar durante todo o dia, foram orientados a buscarem seus filhos para que os mesmos almocem em casa. Revoltada, uma das mães envolvidas criticou: “Agora me diz, se eu tenho com quem deixar as minhas filhas, o porquê mesmo eu as matriculei numa escola integral? É óbvio que não condições de buscá-las 12:30h e muito menos com quem deixá-las”, finalizou.

Ao saber da denúncia, Chico Vigilante garantiu que tomará as devidas providências frente a este absurdo. “Vou denunciar o caso a promotoria de educação do Ministério Público. Além disso, vou falar sobre o ocorrido no plenário da Câmara Legislativa”, garantiu o parlamentar.

Fonte: Marcos Paulo Lima/Assessoria, com informações do Radar de Santa Maria