Dia Nacional do Idoso e Dia Internacional da Terceira Idade

Dia 1º de outubro é uma data especial, pois comemoramos o Dia Nacional do Idoso e o Dia Internacional da Terceira Idade. Além de ser uma oportunidade para homenagear as pessoas idosas, essa data também nos convida a refletir sobre as necessidades dessa população e conscientizar a sociedade sobre a importância de cuidarmos e valorizarmos os idosos.

É impressionante pensar que atualmente os idosos representam 14,3% da população brasileira, e a expectativa é que, em 2030, o número de idosos supere o de crianças e adolescentes de zero a quatorze anos. Essa mudança demográfica traz consigo a necessidade de adaptarmos nossas políticas públicas e estruturas sociais para atender às demandas dessa parcela da população.

Em Brasília, demos um passo significativo rumo aos direitos dos idosos ao aprovar a lei que garante a gratuidade no transporte público do DF para passageiros da terceira idade. Como autor dessa lei, estabeleci a exigência de que os veículos do Sistema de Transporte Público Coletivo do Distrito Federal (STPC-DF) admitam, por qualquer porta, passageiros legalmente identificados como idosos, com idade igual ou superior a 60 anos, assim como pessoas com deficiência e seus acompanhantes, mediante apresentação de documento oficial com foto.

Como procurador da Procuradoria de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (PRO 60+) da CLDF, também tenho o compromisso de garantir que Estatuto do Idoso, destinado a regular questões familiares, de saúde, discriminação e violência contra o idoso com idade igual ou superior a 60 anos seja respeitado e cumprido.

Neste Dia Nacional do Idoso, convido a todos a refletirem sobre a importância de valorizarmos e respeitarmos nossos idosos. Eles são fontes de sabedoria, experiência e amor, e merecem todo o nosso cuidado e atenção. 

Vamos trabalhar juntos para construir uma sociedade mais inclusiva e acolhedora para todas as idades.

Chico Vigilante