Coronavírus: Itália anuncia isolamento e Brasil passa da hora de adotar medidas de proteção

As agências de notícias informam que o primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, decidiu colocar o país inteiro sob isolamento, em quarentena, por causa do coronavírus. Isto significa dizer que todas as pessoas residentes no país europeu estão obrigadas a ficarem dentro de suas casas e não podem sair às ruas. Na Itália, 463 pessoas morreram vítimas do coronavírus, o que é alarmante, pois, demonstra claramente que é grave a situação no mundo.

Se todas as escolas italianas estarão fechadas até o dia 3 de abril; os campeonatos de futebol suspensos; as reuniões proibidas, e, agora, com essa quarentena de abrangência nacional, é preciso que o Brasil adote medidas drásticas.

E perguntamos: que medidas estão sendo tomadas no Brasil, uma vez que os casos começam a se alastrar por aqui? Não há informação de nenhuma medida sendo tomada pelas autoridades.

No entanto, em vez de adotar responsabilidade para com a proliferação da doença no território brasileiro, o presidente Capiroto está mais preocupado com sua viagem aos Estados Unidos para bajular Donald Trump.

Ontem, domingo, conversei com um médico que me disse que muitas pessoas poderão morrer por causa do COVID-19. Para que não aconteçam mortes, as autoridades precisam empregar providências extremas para conter esse alastramento no nosso país.

Que Deus nos proteja dessa epidemia que o mundo enfrenta neste momento.