Comissão Geral discute projeto que regulariza aplicativos de transporte privado no DF

Após a polêmica envolvendo taxistas e o aplicativo de transporte privado Uber, o GDF enviou Projeto de Lei à Câmara Legislativa que visa regulamentar os aplicativos de transporte privado, a exemplo do UBER em Brasília. Pensando em ampliar o debate, a Comissão de Defesa do Consumidor realizará, nesta quinta-feira (3), uma Comissão Geral para discutir o tema.

Desde que chegou a capital federal, o Uber motivou uma série de debates. Por um lado, os taxistas reclamam que o Uber é irregular e interferem numa atividade regulamentada. De outro lado, estão os motoristas do Uber, que alegam prestar serviço diferenciado do oferecido pelos taxistas. No meio desse embate estão os usuários que pedem um ponto final neste processo.

Para Chico Vigilante, presidente da Comissão de Defesa  do Consumidor, esta é uma excelente oportunidade para debater o assunto com as partes envolvidas. Com isso, foram convidados para esta Comissão Geral os representantes dos taxistas, do UBER, do GDF e os usuários.

“A Comissão de Defesa do Consumidor chama esta Comissão Geral para que possamos dialogar e construir alternativas para que no final, a população do Distrito Federal saia satisfeita e certa de que as últimas brigas noticiadas que envolviam taxistas e motoristas do UBER tenha um ponto final”, destacou.

Serviço:

Comissão Geral debate regulamentação da prestação de serviços de transporte privado de passageiros a exemplo do UBER

Quinta-feira, 3 de dezembro, às 15h, no Plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal

Informações: 3348-8090

 

Por Marcos Paulo Lima / Assessoria