Chico Vigilante requer a convocação do presidente da CAESB sobre uso de material vencido

O presidente da Comissão de Direitos do Consumidor (CDC), deputado distrital Chico Vigilante (PT), protocolou requerimento de convocação do presidente da Caesb, Maurício Luduvice, para prestar esclarecimentos na Câmara Legislativa sobre o uso de desinfetantes vencidos na água que abasteceu o Paranoá e Itapoã.

De acordo com informações da imprensa, a Caesb teria usado a substância química hipoclorito de sódio com o prazo de validade vencido até o mês de agosto. A substancia teria sido utilizada para desinfetar a água que abastece as regiões do Paranoá e do Itapoã. Suspeita-se que as 116 mil pessoas das duas cidades consumiram água com o produto vencido.

Essa denúncia é gravíssima. Há uma urgente necessidade de que o presidente da Caesb seja convocado para prestar esclarecimentos e informações a essa Casa, diante da medida tomada que representou uma grave ameaça à saúde do Distrito Federal”, afirma o presidente da CDC.

O composto químico hipoclorito de sódio é utilizado como desinfetante e, também, para purificar a água para consumo humano de vírus e bactérias. É a mesma substância encontrada na ‘água sanitária’, só que com uma concentração muito mais elevada.

O parlamentar adianta que questionará o presidente da Caesb se usou hipoclorito de sódio em outras regiões do DF e qual a metodologia adotada nas duas cidades conhecidas. “Por que esta escolha por Paranoá e Itapoã? Seria devido ao fato da população nestas cidades ser mais pobre?”, questiona.