Chico sobe o tom contra decreto de Rollemberg

Em coletiva realizada na manhã desta quarta-feira (17), o governador Rodrigo Rollemberg (PSB), assinou decreto que cede espaços públicos do Distrito Federal à iniciativa privada, como por exemplo: ceder os estacionamentos do Parque da Cidade, para que empresas explorem comercialmente o local.

Segundo o decreto, o governo não terá nenhum ônus com as cessões e PPP’s. Ao que parece, apenas o povo deverá pagar por uma coisa, que é responsabilidade do estado.

O Governo do Distrito Federal afirma que os lucros com as cessões serão divididos com o estado, que em troca, deverá proporcionar melhorias.

Em discurso nesta tarde, o líder da bancada petista na Câmara Legislativa, Chico Vigilante, se manifestou contrariamente ao decreto e perguntou: Será que os frequentadores do parque (da cidade) irão pagar ingresso para ter acesso ao bem público?

“Iremos chamar uma Audiência Pública para debater nesta casa, este decreto”, afirmou, Vigilante.

Chico também criticou a falta de diálogo do GDF em relação ao decreto e registrou que nem na coletiva, Rollemberg respondeu às perguntas dos jornalistas.

“Não vamos aceitar em hipótese nenhuma, essa ideia de privatização do Parque da Cidade”, finalizou.

Por Marcos Paulo Lima/ Assessoria

Assuntos Relacionados