Chico faz pronunciamento contra a lei da terceirização

A tramitação do Projeto de Lei 4330, que trata da terceirização do trabalho no Brasil, foi o tema do comunica de líderes do deputado Chico Vigilante, líder da Bancada do PT, durante a sessão ordinária da tarde desta quarta-feira(15). O deputado criticou a forma como o PL está tramitando na Câmara dos Deputados, mesmo a contragosto dos trabalhadores.

 

Para ele, se for aprovada, o que chamou de “terceirização sem limites no Brasil”, irá reduzir a condição dos trabalhadores a uma situação antes da década de 40, quando foi estabelecida aConsolidação das Leis do Trabalho (CLT). “Ele rasga a CLT, porque joga por terra todos os direitos trabalhistas que conquistamos nos últimos anos. Se os deputados tivessem o mínimo de cuidado, se tivessem conversado com os vigilantes e com os trabalhadores da limpeza, que normalmente são terceirizados, certamente eles não teriam votado a favor desse projeto”, destacou Chico.

Ao discursar, ele apresentou o livro “Terceirização: Máquina de moer gente trabalhadora”, do desembargador do Trabalho, doutor Grijalbo Fernandes Coutinho, que mostra o quanto a terceirização é nociva para os empregados. “Nós precisamos ter uma legislação que venha proteger os trabalhadores terceirizados da ganância de empresários exploradores, que poderá se proliferar ainda mais se essa lei for aprovada”, pontuou.

 

Chico encerrou a sua fala destacando a importância da mobilização dos trabalhadores por todo o país, realizada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), no desta quarta-feira, para protestar contra a aprovação do projeto. “Está de parabéns a CUT pela iniciativa de chamar paralização e greve de várias categorias contra essa imoralidade, que é a aprovação desse projeto”, finalizou.

 

 

Por Veronica Soarez

Assuntos Relacionados