Candidatos pedem anulação das eleições para os Conselhos Tutelares

As eleições para escolher os Conselheiros Tutelares no Distrito Federal, ocorridas do último 04 de outubro, foram marcadas por uma série de irregularidades. Compra de votos, erros nas urnas e interferência de grupos religiosos foram apenas alguns dos vários problemas elencados pelos grupos de candidatos, que pedem a anulação do pleito.

Na tarde da quarta-feira (14), uma comissão formada por candidatos que foram prejudicados durante todo o processo pediram apoio do deputado Chico Vigilante para que também ajudasse a lutar contra a irregularidades ocorridas. De acordo com o grupo, em muitos casos, foi constatado que até mesmo a máquina pública foi usada para beneficiar candidatos.

Para o deputado Chico Vigilante todas as denúncias de irregularidades devem ser investigadas. Além das ações judiciais, é necessário que o Ministério Público tome providência diante das inúmeras provas apresentadas”, destacou Chico.

Os candidatos argumentaram também o fato de, mesmo com tantas provas e denúncias de irregularidades, as autoridades competentes, o poder Executivo, não terem tomado providência pedindo a anulação da prova.

“Diante dessa série de irregularidades, podemos concluir que essas eleições foram realizadas exatamente para esse fim. Beneficiar alguns candidatos, e prejudicar outros”, disse um candidato.

Para o grupo, um dos primeiros erros foi a escolha da instituição que foi contratada para organizar as eleições, pois não conhece a realidade de Brasília. Além disso, a entidade diminuiu significativamente o número de urnas nas Regiões Administrativas, o que teria causado dificuldades e tumulto na hora de votar.

Por Veronica Soares/ Assessoria de imprensa

Assuntos Relacionados