Bombeiros civis reivindicam regulamentação da profissão

Existem atualmente no DF aproximadamente 4,5 mil bombeiros civis. A falta de uma legislação regional específica que atenda a este grupo de trabalhadores pode colocar em risco a vida e a integridade física de muitas pessoas. O alerta é do presidente do Sindicato dos Bombeiros Civis (Sindbombeiros), Marcones Alves.

Na tarde desta quinta-feira (25), representantes do sindicato se encontraram com o deputado Chico Vigilante (PT). Ele pretendem garantir apoio do parlamentar na apresentação de um projeto de lei que regulamente o quantitativo e a obrigatoriedade da presença de bombeiros civis em espaços públicos e privados do DF, a exemplo de outros estados.

“A falta de uma legislação especifica acarreta transtornos para toda a sociedade, tendo em vista que não tem um profissional da área no caso de acidentes”, alertou.

Vigilante garantiu ao grupo que vai estudar a possibilidade de elaborar um projeto de lei que atenda a reivindicação da categoria. Para isso, pediu que a sua assessoria estude as normas técnicas para elaboração de um PL.

“A origem do Sindicato dos Bombeiros é a CUT.  Vamos trabalhar para que essa profissão também seja regulamentada no DF”, disse.

 

De acordo com o sindicato, em 2009, o então presidente Luiz Inácio Lula Da Silva sancionou a lei que regulamentou a profissão nacionalmente. A legislação deixou a cargo dos estados a regulamentação regionais.

Por Veronica Soarez

Assuntos Relacionados