Artigo: Somos UMA Nação!

Por Chico Vigilante

O incrível Romeu Zema, governador do estado de Minas Gerais, decidiu atacar o norte e nordeste do Brasil. Ele acha que as regiões sul e sudeste precisam se unir para enfrentar o norte e o nordeste. Enquanto isso, nós estamos “apenas” pedindo que todo o Brasil se una em defesa da nossa pátria. Ele teve a audácia de dizer que o sul e sudeste representam 70% da economia brasileira. Sim, essa desigualdade é exatamente o que precisamos combater. 

A região nordeste tem se destacado na produção de energia eólica e solar, além de ser um importante produtor de frutas, soja, milho e algodão no país. E ainda contribui significativamente para a economia. Ah, e não podemos esquecer que o nordeste também é um grande produtor de petróleo. Quem diria, não é? Na Bahia, temos o Polo Petroquímico de Camaçari. E na região, tem diversas minas de ouro e diamantes também, sabia? No norte do Brasil, recomendo que o senhor governador visite Coari, no interior do Amazonas. Lá, ele poderá ver de perto a produção de óleo bruto e gás natural na Província Petrolífera de Urucu. É simplesmente maravilhoso! 

Essa discriminação que ele faz em relação ao norte e o nordeste é algo que beira a um pensamento nazista, só que de separação de regiões, a segregação do nosso país. Além disso, ele está muito desinformado. Temos cerca de 300 municípios em Minas Gerais que recebem benefícios de municípios do nordeste porque estão no semiárido. O Zema também deveria se lembrar que o estado de Minas Gerais já foi governado pelo piauiense Francelino Pereira, um grande político brasileiro. 

Essa fala do Zema diz muito sobre ele, que é do Partido Novo. Essas pessoas que se acham de dentro da política, mas não têm a menor noção do que é política e do que é uma NAÇÃO e usam esse discurso estilo “apartheid” para dividir as regiões do nosso país e desunir a população brasileira. 

Foram os nordestinos que saíram de seus estados para construir Brasília no centro-oeste. Foram os nordestinos que transformaram São Paulo em uma potência econômica. São os nordestinos que estão espalhados por todo o Brasil, trabalhando honestamente para o desenvolvimento econômico do nosso país. O Romeu Zema deveria parar de falar besteira e usar sua energia e posição política para acabar com as desigualdades em Minas Gerais, principalmente na área da saúde. 

Governador, aqui está o meu sincero pedido. Nós, políticos, precisamos refletir sobre o que falamos e fazemos. É nosso dever unir o povo brasileiro, com segurança e felicidade. 

Portanto, desejo que você, Zema, assim como Juscelino Kubitschek, “não tenha compromisso com o erro”, mas tenha o compromisso com a verdade e, assim como JK, trabalhe para integrar o Brasil geograficamente e, principalmente, em uma NAÇÃO unida e democrática.