Deputado critica corrupção no MEC durante sessão da CLDF

Durante a sessão ordinária de hoje (21) da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) o deputado distrital Chico Vigilante (PT) criticou duramente os casos de corrupção envolvendo o Ministério da Educação, que culminaram com a prisão, durante a manhã, do ex-ministro titular da pasta, Milton Ribeiro, e dois pastores para investigação sobre tráfico de influência e corrupção com uso de recursos do setor. “Tudo o que a imprensa está divulgando não representa um terço do que foi feito por essa gente. Estive no início do ano no Maranhão, quando um prefeito – sobre quem me reservo a omitir o nome –  contou coisas terríveis. Esses pastores pediam dinheiro nas prefeituras na cara dura e despachavam no MEC ao lado do ministro. São bandidos, marginais são saqueadores do dinheiro público”, denunciou o distrital.

De acordo com Chico Vigilante, é preciso mudar a dura realidade do país, “que sofre com um presidente incompetente, irresponsável e corrupto, que não dá resposta para milhões de pessoas que estão na fila do INSS esperando por um beneficio e que deixa chegarmos à situação de 33 milhões de pessoas passando fome”. “Ainda por cima o capitão capiroto (forma como ele se refere sempre ao presidente Jair Bolsonaro), desesperado, só diz que quer retomar a pauta de costumes do governo. Fala isso porque não tem programa, não tem propostas e nem o que mostrar para a nação. Enquanto isso o presidente Lula fala de futuro, sobre o que fez e sobre o que é capaz de fazer por essa nação brasileira”, acentuou.

 

🌐 Acompanhe as redes do mandato mais atuante do DF: